segunda-feira, 17 de maio de 2010

O TEMPO PASSA, NÃO É?

O tempo passa, não é? Já está mais que na altura de escrever aqui umas coisas para os meus fiéis amigos que têm sido tão pacientes com as minhas ausências. Estas últimas semanas foi uma loucura. Ele era o Papa, ele era o Benfica, ele era o PEC, ele era o Farmville, ele era o emprego, ele era a nuvem do vulcão, ele era o cano rebentado no andar de cima...uff que há ocasiões na vida em que só apetece emigrar.
Mas vamos por partes: Sua Santidade veio por aí fora, muito abaixo das poeiras, muito limpinho na fatiota branca e no belo sapatinho vermelho, abençoou tudo o que havia para abençoar, perdoou tudo o que não era para perdoar, mas nisto de políticas até um papa mete os pés pelas mãos, e quem não pecou que lhe atire a primeira pedra, isto dizia-se quando não havia alcatrão, e deram-lhe muitos beijos na mão, pelo menos uma família inteira vi eu fazer isso, e lá foi repetindo que não aceita poucas vergonhas, que isso de matrimónio é uma coisa para toda a vida e para ter muitos meninos e tudo o resto que agora se diz para aí não passa de Pre-verções, mas eu não sei bem se é assim que se escreve, mas também não vou perguntar à Licas e à Georgina e muito menos ao Gaudêncio e ao Roque que a vida é deles e eu tenho é de me preocupar com o estupor do cano que não para de pingar mesmo em cima da mesa da sala e eu até tive de lá pôr um alguidar de plástico e tirar o cãozinho de loiça branco com malhas pretas que me deu o dito-cujo.
No que concerne ao Farmville a coisa não vai mal de todo. Tenho uma boa vizinhança, as abóboras deram uma boa colheita, consegui espantar o elefante que apareceu ao pé das galinhas, já tenho muitas tábuas para o estábulo, enfim, vicissitudes de uma feicebuqueira assumida e altamente considerada no meio cibernético que me obriga a fazer constantes apegreides que assim eu os pudesse fazer nestas rugas aqui nos cantos dos olhos que eu até evito de me rir para que elas não se mostrem tão atrevidas e temporãs.
No que ao PEC diz respeito, aí é que, com licença dos senhores, a porca torce o rabo. É que, segundo debitam os especialistas, não vai ser só a cauda a ficar retorcida, vai ser uma intervenção cirúrgica de alto risco sem anestesia. O meu patrão já anda para lá a resmungar, a dizer que ainda é pouco, que assim não vamos lá, que isso de querer trabalhar e ainda por cima receber ordenado tem que acabar, que assim é que levaram o país à ruína, e mais e mais que nem me atrevo a repetir não vá dar azar e vir aí amanhã um PID-Plano de Instabilidade Desenfreada.

Ora então, beijinhos e até breve. XAAAAU!!

9 comentários:

João Videira Santos disse...

Sem palavras desnecessárias, apenas esta...Gostei!

Maria disse...

A falta que a Dona Tela faz aqui nos blogues... falando de coisas sérias (???) com uma ironiazita fininha...
Vou tentar não sorrir mais, agora, por causa das rugas temporãs...
:)))

Um abraço, Dona Tela.

poetaeusou . . . disse...

*
adorei,
foi pena misturares
o meu Benfica, a unica
"coisa" séria que este
País tem !
será,
que vais desterrada por
teres mencionado o Glorioso ?
srsrsrsr,
,
amiga não demores,
conchinhas, deixo,
*

heretico disse...

a Dona Tela, minha querida amiga, anda mesmo numa roda vida. e imaginativa...

passar do PEC ao PID é uma verdadeira inspiração.

advinho-lhe um futuro radiante - distribuir abóboras à porta do Ministério das Finanças

beijinhos

M. disse...

Palavra que admiro a sua capacidade de observação e domínio das novas tecnologias, amiga Tela. Se calhar é por isso que até põe a mão na cabeça. Pudera, com tanta ideia a fervilhar... Nem os muros de pedra a impedem seja do que for. Dou-lhe os meus parabéns.

Graça Pires disse...

Apetece mesmo emigrar...
Um beijo.

Justine disse...

Pois eu acho que a senhora é muito lúcida e já previu o PID, que vai anteceder o PIDE se a gente não fizer alguma coisinha...
Abraços de saudade

legivel disse...

... a Dona Tela pode ausentar-se o tempo que lhe aprouver porque eu sei que, quando regressa, põe a escrita tão em dia, que nem preciso de comprar jornais ou ver a televisão.

Mil agradecimntos pela poupança que me proporciona.

bettips disse...

Querida Donatela: a senhora já estava a adivinhar em Maio o que ia acontecer em Julho: cristianos pelo cano abaixo e vivam os mouros! Será que no farmville cria "polvos" adivinhadores?
Olhe que eu também ando consumida com aquela dos ratings (eu julgava que era para dar cabo dos roedores mas não, é ao contrário!) mas fiquei tão aliviadinha de antever o papa, tão engraçadinho que até deixou ir até ele as criancinhas, os netinhos, as luzes das velas rebrilhantes que pareciam as bruxas de salém ??? onde é que eu vi isto???...que comoção foi a nossa que nem demos pelo PIB, nem pec ...ados nos empanaram as vistas.
Hei-de vir aqui à sua lufada que de fresco precizaremos. Ou nem sequer nos incomodavá-mos a vir cá lêla.