sábado, 24 de abril de 2010

VOLTEI!

Meus amigos, minhas amigas,

Fiquei muito comovida quando hoje fui ver os comentários a esta folhinha tão modesta. Então há pessoas que sentem a falta da minha conversa de trolaró? Nunca pensei, juro. A bem dizer, eu já não pensava voltar a escrever aqui qualquer coisa. E dizia cá para comigo: Ó Tela, chega! Já disseste as parvoíces que tinhas a dizer. Agora retira-te, mulher, e dedica-te a outra coisa.

E não é que essa coisa apareceu e me tem ocupado todo o tempinho e mais algum que invento? Não adivinham? Eu digo (com uma pontinha de orgulho). Aderi ao FACEBOOK. Pois então! Não esperavam por esta? Aquilo é uma perdição, mas tive que pôr muita coisa de lado na minha vida para poder ser um membro activo da geringonça. Tele-novelas, nem pó! Unhas de gel? Tá bem, tá...andam aqui rentinhas e anémicas que é um dor de alma. Mensagens por telemóvel, o mínimo dos mínimos. Aquilo é uma verdadeira loucura. Imaginem que já tenho 3.452 amigos. E não é só de Portugal. Até me apareceu um japonês, com retrato e tudo. E gente célebre que aceita os meus convites para ser meu amigo, sem peneiras nenhumas. Isto é amigo para cá, amigo para lá, um nunca parar de mensagens e mais pedidos de amizade e convites para festas e para pertencer a grupos muito curtidos como aquele "Pessoas que não gostam de aspiradores" o que até me deu uma vontade de rir... Recebo e mando constantemente flores lindas, beijos de muitos feitios, ursinhos de peluche e gatinhos a rir, corações de todos os tamanhos... Aquilo é um mundo, é o que vos digo, é um mundo. E nem é preciso saber escrever. Há lá muita gente que dá dois erros por palavra, em média, e ninguém critica. Pessoas compreensivas. Querem lá saber se é sabe-mos ou fizes-tes ou à duas horas... E depois posso ver o meu horóscopo todos os dias o que dá um certo conforto, confesso. E se o meu inglês fosse melhorzito até me metia numas aplicações muito giras, mas às vezes baralho-me e depois tenho medo de dar barraca. Desculpem não me demorar mais tempo hoje por aqui, mas tenho de ir apanhar as abóboras que está quase na hora. Sim, abóboras. Eu explico na próxima, tá?

14 comentários:

Justine disse...

Então passaste a agricultora virtual!! Não tarda que te vá pedir um ramo de salsa, ou umas couves, ou uns ovinhos frescos:)))
Bom sinal teres voltado, Telinha! E como me fez falta o teu sentido de humor:))
Grande beijinho de Abril

Maria disse...

Já percebi que tem uma quinta, embora virtual, Dona Tela. Um dia destes ainda vai pôr despertador para ordenhar as vacas às 4 da manhã, para poder fazer o queijo a seguir...

Mas ainda bem que voltou, com unhas de gel ou sem elas. Também para ordenhar vaca não precisa de gel...

Um abraço e um cravo Vermelho.

São disse...

Facebook?!

Ainda bem que regressou ao blog.

Bom domingo.

Anônimo disse...

Bem re-vinda D. Tela! E sempre a inovar! Agora é Facebookista militante e aderente aos grupos de amigos sortidos...
Quem já se inscreveu nesse grupo dos que não gostam de aspiradores foi a sua afilhada; mal os vê, sai de fininho.
Ainda bem que não é necessário saber escrever escorreitamente, pois isso retirava muita gente dessas lides, o que era anti-democrático.
Abóboras não são o meu forte, mas quando tiver salsa, daquela frisadinha, avise-me que eu compro-lha, para fazer pataniscas... Até estou com água na boca, só de pensar nas pataniscas...
Beijoka
Adia

bettips disse...

Telinha, permita-me a lhaneza do termo: fez a sua revolução de face, só lhe fica bem; e actualmente é o mais directo a seguir às Sms.
Please let us know what you are up to: que é como quem diz em língua franca, vá-nos dando contas da sua vida pública.
Abçs Abril - eiros, com muitas beijinhos e recipes, ursinhos, convites para adoptar ex-deputados, ex-qualquer coisa, grupos de defesa anti-isto, anti-aquilo... etc!
(já agora, adopte é uma empregada de limpeza e mande o aspirante a aspirador às malvas!)

heretico disse...

imaginava que o seu silencio seria por uma boa causa. mas a realidade supera a minha expectiva...

com que então a cultivar abóboras? faz bem - é um mercado com futuro!

e já agora, Dona Tela, não haverá na sua quinta umas cabras para mungir?

é que ando com falta de paciência para dar corda ao meu "relógio de pendulo"...

beijo

Graça Pires disse...

Ainda bem que regressou aqui. O facebook consome muito tempo a quem por lá anda. A mim falta-me tempo para isso.
Beijos.

Véu de Maya disse...

Telinha!
que bom que voltaste...e andas nessas modernices...mas dada a tua bravura...tudo o que fizeres farás com a tua brancura e ternura. continuas igual ati própria.lindo.
Bom dia do trabalhador. não trabalhes que isso é pra quem não sabe fazer mais nada.risos.

beijinho pra ti.

Alien8 disse...

Cá estou a corresponder ao seu amável convite, e completamente estonteado pela forma como se deixou envolver pelo Facebook! Dona Tela, vá com calma, que aquilo dá cabo de uma pessoa. Começa por nos tirar o tempo, e acaba por nos tirar o pouco juízo que ainda nos resta. Olhe que sei do que falo. Quanto a esses erros ortográficos, posso recomendar-lhe um grupo muito giro, que é assim mais ou menos o das pessoas que distinguem sabe-mos de sabemos e etc. e tal. Também lhe sugeriria, se é que já não aderiu, o grupo das pessoas que são tão giras que até mete impressão. Ficar-lhe-ia muito bem!

Boa sorte na quintarola e muito grato pelo convite!

M. disse...

Ah! Com que então alinhou no Facebook! Diga-me, que estou curiosa: cultiva as suas abóboras no "Farmville"? Ouvi dizer que entretém muita gente que se dedica à agricultura.

legivel disse...

... no Facebook?!, também passei por lá mas curei-me que aquilo até fazia manchas no corpo às pessoas. Amizades então nem se contam pelas dedos das mãos e dos pés juntos. Naquele espaço de tempo tão curto, juntei mais amigos que alguma vez tive na vida e o mais interessante é que não s vislumbram por lá inimigos nem conhecidos! É o que eu digo: finalmente a humanidade arranjou um modo de acabar com as guerras entre paises e as incompatibilidades pessoais. Não sei se o nosso primeiro já anda por lá, mas tenho fé.
Então também vai aderir ao Farmville. Que Deus lhe dê muita sorte, compre o Borda d´´Agua e sonhe com estrume de vaca: dizem que dá sorte ao Euromilhões.

Náná, a emergente disse...

De si, outra coisa não esperaria, Telinha. Sarcástica e independente, não deve ter mãos a medir, não senhor (com as abóboras ao colo, está bem de ver) !!

Tenha cuidado com a coluna contudo, e também com esses grupos marginais e alternativos que núnca se sabe o que de lá vem!!

Ainda a Telinha vai parar ao Rossio com uma bandeira na mão!!!

Um beijinho

poetaeusou . . . disse...

*
e feliz fiquei,
com a tua volta, as tuas
criticas fazem-me falta,
ou a luz, não brotasse
da discussão !!!
,
ou é das barragens ?
ou da energia eólica ?
ou da energia nuclear ?
srsrsrsr,
que saudades eu tinha
de te escrever disparates . . .
,
brisas serenas,
deixo,
*

tiago disse...

Ainda bem que regressou Dona Tele.